terça-feira, 15 de setembro de 2015

Finalmente é hora de homenagear os primeiros genes do mexilhão dourado! Crowdfunding rocks!


É com imensa satisfação que anunciamos o sequenciamento e anotação completo do genoma mitocondrial do mexilhão dourado! And guess what? Esse genoma codifica 37 genes, e por isso, nossos primeiros colaboradores vão poder batizá-los!! 

Se você não sabe do que estou falando, dê uma olhada neste post aqui, e nesse vídeo!

Imagino que você já tenha ouvido falar sobre a mitocôndria, né? Esta é uma organela celular muito importante! A mitocôndria é responsável por codificar proteínas e subunidades ribossomais envolvidas na produção de energia da célula! A mitocôndria é a única organela celular animal que possui seu próprio genoma!


Hein?

...

Vou explicar!

Cada célula do nosso corpo possui uma cópia completa do genoma nuclear dentro do seu... núcleo! Dã! Genoma nuclear dentro do núcleo... faz sentido, né? E é por isso que todas as células, todinhas, num estágio inicial do desenvolvimento, têm o potencial de se transformar em célula de qualquer um dos tecidos do nosso corpo: cérebro, fígado, coração... Porque toda célula tem uma cópia completa do genoma nuclear dentro do seu núcleo!!! O que transforma uma célula em cada coisa específica, são os diversos sinais extra e intracelulares emitidos durante o desenvolvimento embrionário... (E é por isso que tem tanta gente interessada em estudar as células tronco! Essa galera quer entender exatamente quais são esses sinas celulares que fazem do fígado um fígado! E querem poder gerar qualquer tecido do corpo de uma pessoa novamente a partir das suas células tronco. Continuando com o exemplo do fígado: se você beber demais e precisar de um fígado novo, poderá ter um transplante de um fígado gerado a partir das suas próprias células tronco, e aí vai evitar muita dor de cabeça ao não precisar de imunossupressores!).

Cool!

Mas o papo hoje não é genoma nuclear! No genoma nuclear do mexilhão dourado ainda estamos trabalhando! São em média 1 bilhão de letrinhas ACTG para colocar em ordem! A ordem final do genoma nuclear, junto com os últimos batismos de genes, serão conhecidos até o início de 2017!

O genoma mitocondrial de qualquer animal é sempre muito menor do que o genoma nuclear! No caso do mexilhão dourado, são 18145  (dezoito mil cento e...) letrinhas ACTG em sequência codificando 35 genes, e também duas subunidades ribossomais! O manuscrito onde descrevemos o genoma mitocondrial do mexilhão dourado está pronto para submissão à uma revista científica internacional! O que acontece agora é a revisão pelos pares: outros cientistas da área vão ler nosso manuscrito e confirmar se todas as análises foram feitas adequadamente, e se nossos resultados seguem os padrões científicos. Com o OK final dos pares, a revista torna o trabalho público!

E é nesse manuscrito que queremos inserir os batismos de cada gene!!! Nosso acknowledgments, ao final do manuscrito, vai referenciar cada colaborador, e o nome que ele escolheu para o seu gene! A partir daí, todo cientista que se interessar pelo genoma mitocondrial do mexilhão dourado vai ler esse manuscrito e encontrar os batismos!

Emocionante!!

...


Mas calma aí! Preciso voltar para a história da mitocôndria!
Por que a mitocôndria é a única organela que tem um genoma próprio?

Pasmem: há muitas evidências de que a mitocôndria era uma bactéria de vida livre que foi engolfada e não digerida por uma célula animal, estabelecendo uma simbiose! Essa simbiose - relação mutuamente vantajosa entre dois ou mais organismos vivos de espécies diferentes - foi tão vantajosa que com o passar do tempo a bactéria se tornou uma organela celular! E é por isso que a mitocôndria tem seu próprio genoma e é capaz de se duplicar, transcrever e traduzir sua própria informação genética; porque um dia ela foi uma bactéria independente! Dá uma olhadinha na imagem abaixo, veja se ela não tem uma carona de bactéria, hein?

Figura 1: Ilustração de uma mitocôndria animal! Organela celular que tem seu próprio DNA. Acabamos de sequenciar e montar o genoma completo da mitocôndria do mexilhão dourado, e nossos colaboradores no Catarse vão poder batizar os genes dela! *creative commons licence


Uau!

Vai dizer que a biologia não é surreal? Bactérias entrando em células animais e ficando lá para sempre... Bem mais legal do que filme de alien!!

...

Estamos TÃO orgulhosos de batizar os genes da mitocôndria do mexilhão dourado! 

A coisa vai funcionar da seguinte forma: abaixo estão os nomes dos colaboradores e o nome oficial do gene que eles devem batizar! Vamos por ordem de doação! Por isso, os primeiros 13 colaboradores que doaram R$ 100 ou mais, vão nomear os genes que codificam as proteínas envolvidas no complexo catalítico formador de ATP e também as duas subunidades ribossomais codificadas pela mitocôndria! Os primeiros 24 colaboradores que doaram até R$50, vão batizar os genes codificadores dos RNAs transportadores!!

Os genes codificados na mitocôndria estão todos envolvidos na produção de energia! A mitocôndria funciona dentro da célula mais ou menos como uma usina hidrelétrica: a força da água, energia mecânica, é convertida em energia elétrica pela hidrelétrica, certo? A mitocôndria transforma a energia que ingerimos como alimento em ATP (no biologuês: adenosina trifosfato), que é a molécula armazenadora de energia em todos os sistemas biológicos! Assim como a gente precisa de energia elétrica para tudo - como exemplo, carregar o celular pra não perdermos nenhuma foto no Instagram! - o organismo também precisa de ATP para manter o metabolismo funcionando!!

Por isso, quando for batizar o seu gene, ESCOLHA PRA ELE UM NOME BEM ENERGÉTICO!!

Essa é a lista dos colaboradores que doaram até R$50* e vão batizar RNAs transportadores (tRNA):

1-) Afonso Henrique Coelho Dantas - tRNA (Phe) / leia-se: RNA transportador fenilalanina!
2-) Leandro Léo Rebelo - tRNA (Trp) / tRNA Triptofano
3-) Tatiana Medeiros Barbosa Cabrini - tRNA (Lys)1 / tRNA  Lisina 1
4-) Ana Flavia Maestri - tRNA (Tyr) / tRNA Tirosina
5-) Juliana Alves Americo - tRNA (Lys) 2 / tRNA Lisina 2
6-) Vinicius de Toledo Ribas - tRNA (Ala) / tRNA Alanina
7-) Debora Batista Pinheiro Sousa - tRNA (His) / Histidina
8-) Adriana Cabanelas Pires - tRNA (Gly) / tRNA Glicina
9-) Gabriela Pimenta dos Reis - tRNA (Pro) / tRNA Prolina
10-) Ricardo Laurentino dos Santos - tRNA (Cys) / tRNA Cisteína
11-) Mariana Dias Ribeiro - tRNA (Leu) 1 / tRNA Leucina 1
12-) Juliana Manasfi Figueiredo - tRNA (Ile)
13-) Martin Bonamino - tRNA (Ser) 1 / tRNA Serina 1
14-) Wolferson José de Arruda - tRNA (Ser) 2 / tRNA Serina 2
15-) Bruno Sakai Costa - tRNA (Asp) / tRNA Ácido Aspártico
16-) Morgana Rezzadori Camara - tRNA (Glu)
17-) Rafael Bento da Silva Soares - tRNA (Leu) 2 / tRNA Leucina 2
18-) Raquel Moraes Soares - tRNA (Gln) / tRNA Glutamato
19-) Lilian Nogueira - tRNA (Arg) / tRNA Arginina
20-) Evelise Dambros da Luz - tRNA (Val) / tRNA Valina
21-) Abrahão Silva de Souza - tRNA (Thr) / tRNA treonina
22-) Mariana capparelli - tRNA (Asn) / tRNA Aspartato
23-) Clarissa Rossato Nicoloso - tRNA (Met) 1 / tRNA Metionina 1
24-) Rafael Tuma Guariento - tRNA (Met) 2 / tRNA Metionina 2

* colaboradores que doaram R$50 e até R$100 vão ganhar nomes de genes órfãos! E esses genes estão presentes apenas no genoma nuclear! Então vão precisar esperar mais um pouquinho com o resto do pessoal!

E a seguir a lista dos colaboradores que doaram mais de R$100 (e menos de R$ 1,000)! Eles vão nomear os genes que codificam os proteínas envolvidas no processo de respiração celular! Além disso, dois colaboradores vão nomear as sequências de DNA que dão origem a duas subunidades ribossomais! Os ribossomos são importantíssimos na construção de outras proteínas! Todos esses colaboradores vão receber por e-mail também uma ilustração do seu gene personalizada com o nome escolhido!

25-) João Batista de Mello - ND6 ou NADH desidrogenase 6
26-) Alexandre Rossi Paschoal - CYTB / citocromo B
27-) Lúcia de Moraes - ND4L / NADH desidrogenase, subunidade 4L
28-) Marcelo Simões Rezende - ND5 / NADH desidrogenase, subunidade 5
29-) Emanuel Barbosa de Castro e Moura - COX2 / citocromo c oxidase, subunidade 2
30-) Luiz Fernando Nicolai Weinmann - COX1 / citocromo c oxidase, subunidade 1
31-) Leila Costa Vecchio - COX3 / citocromo c oxidase, subunidade 3
32-) Gracielle Vendruscolo Braga - ND3 / NADH desidrogenase, subunidade 3
33-) Thiago Cruz Negreiros - ND4 / NADH desidrogenase, subunidade 4
34-) Jean Remy Davee Guimaraes - ND2 / NADH desidrogenase, subunidade 2
35-) Rafael Trevisan - ND1 / NADH desidrogenase, subunidade 1
36-) Roberto Lent - s-rRNA / RNA ribossomal, subunidade pequena (small)
37-) Leonardo Mataruna R-rRNA / RNA ribossomal, subunidade grande (large)

Pedimos aos financiadores citados aqui que batizem seus genes ao longo dessa semana, se possível! Precisamos submeter o manuscrito para a revista científica, que então vai enviar para revisão pelos pares!


Crowd, temos muito orgulho de vocês! Nós, pesquisadores do projeto de sequenciamento e montagem do genoma do mexilhão dourado, acreditamos na participação ativa e direta da sociedade em financiar projetos científicos e ideias relevantes!



O processo de revisão do manuscrito científico pelos pares pode levar alguns meses! Por isso, não sejamos ansiosos: assim que o manuscrito estiver publicado enviaremos uma cópia para cada um de vocês!

Não entendeu alguma parte do processo? Por favor deixe um comentário no blog e nós logo responderemos!


Juntos somos mais fortes! Vamos terminar com um trecho escrito pelo John?

"...You may say I'm a dreamer, but I'm not the only one. I hope someday you will join us. And the world will be as one..."







2 comentários :